Friday, November 11, 2005

Afinal vale a pena…



Escrevi há mais de um mês para o Gabinete de Relações Públicas do Metro, a queixar-me de um bilhete que gastei e da viagem que não consegui fazer, por causa de uma avaria. Nesta altura de modernices e "internets", escolhi propositadamente enviar uma carta com a minha reclamação, onde incluia o bilhete gasto, e onde não referi dado nenhum meu a não ser a morada. Não é que, apesar da demora, eles responderam e devolveram o bilhete? O Pai é um chato, vais ver. Mas ainda lhe vão acontecendo umas coisas inesperadas e giras, não achas?

P. S. - A carta foi escrita à mão, com uma caneta Parker toda gira que a Avó Teresa me ofereceu. Será que vais saber o que é isso de escrever, mesmo, sem copy paste ou correcções? Até é giro. Mas cansa.

1 comment:

Raquel V. said...

Viva a paciência!